quinta-feira, 18 de setembro de 2014

ANTES QUE ME CARREGUEM

sou mais belo
que a sombra
mas permaneço fraco
não temo a morte
porque tudo acaba em silêncio
o dia morre todos os dias
a noite morre antes
e a minha pele é frágil
não resiste ao sopro
à faca ao soco
sei que tudo será transportado
juntamente com o meu corpo
não sei pra que lado


Nenhum comentário: