terça-feira, 18 de novembro de 2014

CÉU PORTUGUÊS

as nuvens portuguesas
nem sabem que são portuguesas
nem sabem que sobrevoam
nem sabem que não sabem
lembram meu olhar
um pouco mais acima
que nem sabe que é um olhar
nem sabe que é meu
nem sabe que está um pouco acima
parece misturado com a nuvem
como se fossem únicos
meu olhar da altura das nuvens
afasta o mundo
ao mover suas asas

Nenhum comentário: