terça-feira, 25 de agosto de 2015

PENSANDO

eu pensava
que nunca passaria em matemática
que nunca alcançaria a ultima prateleira
que nunca veria o outro lado do mar
eu pensava que tudo era fácil
e que o mais fácil era o óbvio
eu pensava
que num olho não cabia tanta lágrima
que o rio só corria para o mar
que se o mundo parasse ninguém perceberia
eu pensava
que os pensamentos faziam parte da minha cabeça
e por conseqüência os meus atos
eu pensava
que não havia mais nada além do quintal
que não haveria mais ninguém
eu pensava
que as palavras não se transformavam
que os silêncios eram puros
e que eu poderia ser o que eu quisesse
mas eu estava enganado
todo esse tempo eu nem estava pensando
eu só existo no pensamento do outro


Nenhum comentário: