terça-feira, 5 de abril de 2016

À BEIRA DO SENA

garotas francesas
debulham o azul
até umedecer o Sena
enquanto isso
eu caminho tranquilo
com a minha couve-flor na lapela
e o perfume das palavras
desmaiando ideias



Nenhum comentário: