segunda-feira, 27 de junho de 2016

O TEMPO

o tempo por dentro é lento
mais lento é encontrar o dentro do tempo
requer tempo requer construir outro dentro


terça-feira, 21 de junho de 2016

CLARIDADE

a verdade surgiu incontinenti
e eu que sou avesso à claridade
passei a falar mentiras
falei que a poesia era a melhor coisa do mundo
que a morte não existe
falei que falar provoca
entre um silêncio e outro
abismos imperceptíveis
onde a compreensão mergulha
e volta facilmente



sexta-feira, 17 de junho de 2016

ÓPIO AOS CROCODILOS

muitos se recuperam
oferecendo ópio aos crocodilos
depois disfarçam o passo trôpego fingindo pisar em abismos
muitos se integram às pedras e se postam nos caminhos
depois se fingem de mortos sem o favor de apodrecer
muitos vão buscar sentidos nessas palavras
esquecendo o espaço entre elas
ou sem perceber o silêncio que se aproxima
com essa velocidade ensurdecedora
e deixa entre os poros 
a certeza atravessando de um lado para o outro sem saber


terça-feira, 14 de junho de 2016

O AMOR ERA UM SÓ

havia o amor inclinado
havia o amor torto
e havia aquele outro que nem era reto
nem era um pouco curvo
eu achava estranho ter tanto amor
de tanto tipo e direção diferentes
pensava que o amor era um só


segunda-feira, 6 de junho de 2016

TRAVESSEIRO

disputo com o travesseiro
quem vai dormir primeiro
ele sempre ganha
e o seu sonho atravessa a fronha
e se entranha na minha insônia



DOCE


a poesia desliza pelo corredor
enquanto as dores se escondem nos quartos
a poesia resvala na sombra da dor escondida
e mostra as marcas como se fossem suas
a poesia resvala na fala resvala nas palavras
a poesia é um doce
recheado de veneno vencido


sexta-feira, 3 de junho de 2016

UM MOMENTO

minha boca ainda tá cheia
do lixo de ontem
preciso esvaziar falando bastante
não vai dar pra escrever agora

esperem lá fora

SE A POESIA FOSSE UMA DOENÇA

se a poesia fosse uma doença
ninguém pegaria
ficaria por aí
uma bactéria circulando sem destino
ou um vírus desprezado
desse mal ninguém morreria
e por não fazer mal nenhum
até deixaria de ser estudada
na faculdade de medicina
ninguém lembraria
se a poesia fosse uma doença
seria classificada como benigna
serviria para criar anticorpos
ou produzir algum tipo de enzima protetora
ou serviria de exemplo
como uma estranha doença
que realmente deva ser muito estudada


quinta-feira, 2 de junho de 2016

A MÚSICA DO SENTIMENTO

escute daí
não precisa nem tocar
pra sentir