quinta-feira, 27 de abril de 2017

AUTÓPSIA DO SONHO



a autópsia do sonho
revelou um sangue inesperado
um corte
que precisava ser brusco
foi adiado
o sangue por dentro
correndo sob a pele transparente
do sonho morto
seguia em direção ao mar
sem navios

segunda-feira, 24 de abril de 2017

VEJA O MEU PENSAMENTO

dá pra ver daí?
tá vendo?
difícil né?
parece fácil quando a gente pensa
quando vamos colocar no papel
surge o problema
a palavra nunca é o que pensamos
e o que pensamos fica assim sem ficar
dá pra ver o meu pensamento?
tá vendo ele?


quarta-feira, 19 de abril de 2017

DESMENTIRAS E VERDADES



as nuvens são o EEG do céu
partículas não proferem sonhos
todo azul tem um fel por dentro
nem todo segredo tem brinquedo
morder flores causa abandono
tudo que é fácil tem um não
a alma do automóvel espuma
pensar é fazer cócegas no infinito
o tempo livre ainda não sabe que é livre
escrever provoca arranhões no silêncio


segunda-feira, 17 de abril de 2017

DESENHANDO FLORES

quem quer desenhar flores
não se olha no espelho
procura na memória afetiva
alguma cicatriz bem antiga
e rega

sábado, 15 de abril de 2017

ABRINDO VAGAS



deus não paga bem
portanto
aqui não é o melhor lugar
para se trabalhar
melhor deixar de lado o medo
e procurar outro emprego

terça-feira, 11 de abril de 2017

VÉRTEBRA

nunca vou te tocar
nem em sonho te sonhar
nunca vou te sangrar
nem a pele despetalar
nunca vou te entrar
mesmo dentro vou voar
mesmo sendo
mesmo intenso nunca sou
nunca vou
nunca voo
nunca vou te mostrar
como sou
ao tocar


segunda-feira, 10 de abril de 2017

PRUDÊNCIAS

cuido para que eu não fuja
mesmo que não haja muros
cuido para que eu não morra
mesmo que não haja vida
cuido para que não haja poesia
mesmo que existam palavras


quarta-feira, 5 de abril de 2017

JÓIA RARA

meu conjunto de ossos
ricamente cravejado de pele e nervos
ficará guardado numa caixa
para sempre

PRINCÍPIOS E FINS



a morte e seus princípios
a vida aparentemente curta
mas na verdade inexistente
flores e cortes
águas e sangue
sorrisos e mordes
decoram a antessala do fim